Categoria: Formação e Carreira

Alcançando o sucesso: é tudo sobre objetivos

Definir metas pode ajudá-lo a alcançar o sucesso profissional que você sempre quis. Mesmo que você tenha uma carreira, você pode lutar com a forma de continuar avançando. Ter uma visão clara de onde você quer ir eo que deseja alcançar antes de agir é o fator chave para o sucesso na realização de metas que você estabeleceu.

Como definir um objetivo de carreira

Embora pareça óbvio, o primeiro passo para definir um objetivo é decidir o que deseja realizar. Muitas vezes, esses objetivos são complexos, por isso pode ser benéfico dividir seu objetivo maior em metas menores e mais viáveis. Isso tornará o gerenciamento de sua meta mais fácil e ajudará a simplificar o processo.

Exemplos de Objetivos de Carreira

Se você não tem certeza de por onde começar ou não pensa que pode se beneficiar da definição de objetivos de carreira, aqui estão alguns exemplos:

Aumento de vendas ou métricas de desempenho : as métricas podem medir desempenho, produtividade, eficácia e satisfação do cliente. Aqueles que são pagos pelo seu desempenho irão se beneficiar muito com metas baseadas em métricas.

Metas de curto prazo

  • Saiba como rede melhor e assistir a eventos em rede
  • Aprenda como prometer e entregar com clientes ou gerentes para surpreendê-los

Ganhe uma Promoção : ser promovido é benéfico de muitas maneiras, pode significar mais dinheiro, mais responsabilidade ou pode ser um passo mais perto do seu trabalho dos sonhos. Uma promoção envolve um planejamento cuidadoso, comprometimento e execução e geralmente será um objetivo de longo prazo que você possa trabalhar no tempo.

Metas de curto prazo

  • Peça ao seu chefe mais responsabilidade ou mais clientes no trabalho
  • Encontre um mentor ou se torne um mentor

Comece um negócio : muitas pessoas associam sucesso com a ramificação por conta própria e um objetivo de carreira viável, nesse caso, pode ser iniciar um negócio. Ao abrir seu próprio negócio, pode ser útil descrever uma série de objetivos que podem ajudá-lo a chegar onde você precisa estar.

Metas de curto prazo

  • Crie um site, material promocional ou mídia social para sua empresa
  • Ser conhecido como especialista em um determinado campo ou área

Obter um emprego : para muitos, um exemplo de um objetivo de carreira pode ser simplesmente encontrar uma carreira. Tentando encontrar um emprego pode ser um processo longo mas gratificante.

Metas de curto prazo

Ganhe um diploma ou certificado : ganhar um diploma ou um certificado é um excelente passo para alcançar metas e começar o caminho para o sucesso, uma vez que muitas carreiras requerem conhecimentos específicos, habilidades ou um diploma em um campo específico.

Metas de curto prazo

  • Use recursos on-line para aprender habilidades profissionais
  • Leia blogs e artigos credenciados pela indústria para se manter atualizado com os padrões atuais

Dicas para definir um objetivo de carreira

  • Conheça seus pontos fortes e fracos. Provavelmente existem certas áreas de vida onde você pode se destacar melhor profissionalmente do que outros, então, máximo, o uso de seus pontos fortes
  • Desenvolva um prazo e saiba qual é o seu objetivo geral para a sua carreira. Isso irá ajudá-lo a saber onde sua vida está indo e como ela se cruzará com sua carreira
  • Considere os blocos de estrada que você pode enfrentar e pense em como você vai superá-los
  • Medir o progresso do seu objetivo, isso ajudará a mantê-lo motivado e proporcionar-lhe um senso de realização
  • Utilize todos os recursos disponíveis

Uma carreira é uma das coisas mais importantes da sua vida, e com objetivos de carreira devidamente planejados, você poderá alcançar o que deseja da sua carreira da maneira mais eficiente possível. Para acelerar sua carreira, aprendendo a definir e atingir objetivos, utilizar recursos e criar uma excelente marca profissional.

Seis dicas para garantir que seus trabalhadores remotos sejam focados e produtivos

Os trabalhadores remotos e os arranjos de trabalho de casa estão se tornando a norma para muitas empresas nos dias de hoje e, embora alguns empregadores ainda estejam céticos sobre a eficiência de ter pessoas trabalhando fora do escritório tradicional, os trabalhadores remotos estão aqui ficar. Devido ao fato de que você pode facilmente contratar um trabalhador remoto especializado em uma fração do custo da contratação de um empregado interno em tempo integral, bem como a contratação de freelancers remotos com base em necessidade de necessidade, mais empregadores estão tomando o mergulho. Se você é novo na contratação de trabalhadores remotos, o Mikogo tem coberto. Siga as nossas dicas abaixo para descobrir como as empresas estão gerenciando e mantendo os trabalhadores remotos produtivos e focados.

Passo 1: Definir prazos claros

É fácil arrumar as linhas quando trabalha com um trabalhador remoto. Por um lado, eles são uma parte integrante da sua operação e você quer as coisas de acordo com seu cronograma, mas, por outro lado, você não está pagando um salário estabelecido (a menos que eles trabalhem para você em tempo integral) e, portanto, , você realmente não pode fazer as mesmas demandas em seu tempo que você pode com um empregado interno. Pode ser estranho e alguns gerentes de equipe remota pela primeira vez cometem o erro de esperar que seus trabalhadores remotos estejam disponíveis 40 horas por semana como um empregado interno, e é por isso que é importante que você discuta os prazos desde o início.

A comunicação transparente de suas expectativas é parte integrante do sucesso de trabalho remoto. Idealmente, você deve fazer isso ao vivo (pessoalmente) ou através de uma conferência na web , uma vez que as comunicações por e-mail podem ser mal interpretadas. No entanto, você deve acompanhá-lo com um e-mail, com o efeito de “como discutimos …”, seguido dos termos do prazo.

Eu recomendo que você forneça instruções específicas de projeto ou tarefa bem antes do tempo e pergunte ao trabalhador remoto se ele ou ela poderá completá-lo em uma determinada data. Orçee seu tempo para que você possa receber o trabalho um dia ou dois antes do prazo real para garantir que você tenha tempo para lidar com quaisquer alterações e adendos.

Relógio preto e branco

Devido a muitas razões, nem todas as relações de trabalho duram tanto quanto você pensou. O benefício da contratação remota é que existem muitos freelancers alternativos a poucos cliques de distância. A menos que você ouça de seu trabalhador remoto dentro de um prazo razoável – mas ainda bem antes do prazo – sinta-se livre para acompanhar. Se o trabalhador remoto não conseguir concluir o trabalho por qualquer motivo, isso deve dar-lhe tempo suficiente para encontrar outra pessoa para completar a tarefa.

Passo 2: Criar um horário

Uma das chaves do sucesso com os trabalhadores remotos é contratar as pessoas certas . Ao permitir que os funcionários trabalhem em casa ou ao contratar freelancers remotos, é importante que eles tenham a disciplina e a auto-motivação para cumprir seus prazos. Criar um cronograma semanal ou mensal de tarefas a serem concluídas pode ajudar muito aqui.

Idealmente, o trabalhador remoto deve criar seu próprio cronograma, para o qual mais tarde você poderá enviar comentários. No entanto, ao lidar com um novo trabalhador remoto pela primeira vez, você precisará construir sua primeira programação para guiá-los e colocá-los no caminho certo. Tente criar um modelo de agendamento para economizar tempo no futuro com outros trabalhadores remotos.

Trabalhador a tempo inteiro versus tempo parcial vs. As-and-When Remote: uma agenda é importante com trabalhadores remotos a tempo parcial que trabalham algumas horas todos os dias, ou em tempo integral. Independentemente do número de horas que eles trabalham, se um trabalhador tiver configurado tarefas que eles devem fazer regularmente, um cronograma assegurará que o trabalho seja concluído no tempo. Por outro lado, ao lidar com freelancers remotos, você encontrará que um cronograma não é necessário tanto quanto, e em vez disso, definir prazos limpos assegurará que seu trabalho seja feito no tempo.

Você também pode pedir ao trabalhador remoto para criar um cronograma e compartilhá-lo com você através de um serviço de hospedagem de arquivos on-line (por exemplo, Dropbox), o que torna mais fácil para você acompanhar seus horários e adicionar entrada.

Passo 3: Conecte-se com seus trabalhadores remotos

Em vez de sempre simplesmente verificar seus trabalhadores remotos, definir prazos e assim por diante, passar um pouco de tempo conectando-se com eles. Pergunte se eles precisam de algo de você para facilitar o trabalho ou para completar um projeto ou encontrar uma maneira de se conectar em um nível mais pessoal.

Na ausência de almoços de aniversário, festas e reuniões de escritório, considere enviar um bom e-mail “obrigado” de vez em quando por seu trabalho e contribuição para os projetos da equipe. Você também pode apresentar vários trabalhadores remotos entre si, bem como seus funcionários internos, e encorajá-los a contatar uns aos outros sobre o trabalho – tudo isso faz parte da construção de uma atmosfera de equipe virtual.

É uma parte muito pequena da sua semana e é um tempo bem gasto, pois pode ajudar o trabalhador remoto a se sentir mais parte da equipe, o que, por sua vez, aumenta sua produtividade.

Passo 4: Dê reconhecimento quando é devido

Como todos os trabalhadores, os trabalhadores remotos prosperam no reconhecimento. Uma vez que você pode estar em dois continentes completamente diferentes, seus trabalhadores remotos não têm o prazer de ver a satisfação em seu rosto por um trabalho bem feito. Eles não recebem cinco anos quando seus esforços resultam em lucros, aquisição de novos negócios ou outras conquistas da empresa.

Trabalho a partir de casa

Você deve dizer aos seus trabalhadores remotos que você os aprecia, seja por meio de um telefonema ou de um e-mail gentil, parabenizando por um trabalho bem feito. Seja lá o que for preciso, passar alguns minutos para chegar e reconhecer o trabalho duro de seus trabalhadores remotos.

Passo 5: incentivar penas

Isso se aplica a todas as pessoas que trabalham em um escritório e não apenas a trabalhadores remotos, mas diferem ligeiramente ao gerenciar pessoas remotamente. Se você passar horas prolongadas na frente do seu computador, é aconselhável que você faça pausas regulares que possam ajudar sua mente e seu corpo a relaxar e se recuperar.

A pesquisa mostra que:

  • O assento faz você gordo. Estudos mostraram que as pessoas obesas sentem 2,5 horas por dia do que as pessoas magras.
  • O assento aumenta seu risco de doença cardiovascular.
  • Um microbreak (30 segundos – 5 min) melhora a acuidade mental em 13%
  • Pausas regulares de apenas 2 minutos aumentam a produtividade em 11,15%

Ao gerenciar pessoas no escritório, você tem o benefício de verificar seus funcionários. No entanto, com trabalhadores remotos, você precisa fazer um pequeno esforço por e-mail ou durante uma reunião on – line para encorajá-los a se deslocar de sua mesa de vez em quando. A última coisa que você precisa é para o seu trabalhador remoto favorito perder a motivação devido a uma dor de costas ou olhos.

O psicólogo organizacional, o Dr. Michael Woodward, PhD , encoraja-nos a fazer uma pausa adequada para o almoço todos os dias, em vez de sentar-se em nossas mesas e picar a comida por nossa garganta: “todos nós precisamos da energia das calorias para que nossas mentes funcionem no seu melhor. E todos nós precisamos de um pouco de tempo para recarregar também.

Mesa de escritório vazia

A Bupa Health recomenda que você encoraje seus trabalhadores a fazer uma pausa de 5-10 minutos, se possível, a cada hora. Apenas vou fazer um café ou comer um lanche pode fazer maravilhas para manter seus trabalhadores remotos produtivos. Se seus trabalhadores remotos estiverem em um espaço de co-trabalho , apenas conversar com um colega de trabalho por alguns minutos pode ajudar. Além disso, o alongamento irá reativar a atividade elétrica nas pernas e ajudar a mente a se voltar a focar.

Claro que não se pode esperar para acompanhar tudo o que seus trabalhadores remotos fazem ou quantas vezes eles se mudam de sua mesa. A mensagem aqui é que, se você acha que seus trabalhadores remotos estão sempre online e na frente de seu computador, ele pagará por ter uma palavra com eles e pedirá que eles se encaixem em um pequeno descanso de vez em quando.

Passo 6: Incentive os impulsionadores de energia

Não, não estou falando sobre estimulantes farmacêuticos pouco saudáveis. Em vez disso, incentive seus trabalhadores remotos a aumentar seus níveis de energia, ajustando-se ao exercício diário, uma ação que também é encorajada por Dashable , outros defensores do trabalho remoto. Algumas empresas oferecem associações de ginástica ou outros programas de exercícios, porém trabalhadores remotos não recebem esses benefícios. Incentive seus interesses em exercícios ou esportes, como uma caminhada de 15 minutos durante a jornada de trabalho, ou alguns trechos rápidos de yoga, correndo após o trabalho ou, se eles vivem em um bom clima, um mergulho rápido na piscina. Você pode até encorajá-los a comer lanches saudáveis, porque muitas pessoas que passam o tempo no PC, costumam comer todos os alimentos errados.

Jogging na praia

Gerenciar seus níveis de energia é mais valioso para a produtividade do que o tempo de gerenciamento. Tentando gerenciar uma agenda ocupada quando você estiver executando pouca energia, resultará em um trabalho de má qualidade. Portanto, como gerente, é de seu interesse apoiar seus trabalhadores remotos em tudo o que eles possam precisar para aumentar sua energia.

A energia mental é indiscutivelmente ainda mais importante que a energia física, de modo a encorajar os seus trabalhadores remotos a participar de dinâmicas de grupo, juntando-se uns aos outros nos fóruns on-line da empresa. Algumas pessoas trabalham bem por conta própria, mas outras ansiam a dinâmica dos grupos e a conexão com outros on-line é uma ótima maneira de satisfazer essa necessidade.

Espaços e colaboração de coworking: maior que a soma de suas partes

Há muito a considerar quando você inicia seu próprio negócio, como, onde você se baseia? Contratar espaço de escritório privado para um novo arranque ou freelancer é provável quebrar o orçamento. A solução: espaços de coworking. Um espaço de coworking é um ambiente de escritório usado por várias empresas e freelancers que alugam e compartilham espaço de mesa. Os colegas de trabalho se beneficiam obtendo um local de escritório oficial e compartilhando recursos de escritório (por exemplo, Internet).

No entanto, embora exista um benefício econômico claro, há ainda maiores oportunidades de negócios nesses espaços colaborativos. Um ambiente de escritório preenchido por profissionais com diferentes áreas de especialização significa que o conhecimento é compartilhado entre empresas e freelancers. Essa vantagem é sentida em primeiro lugar pelos colegas de trabalho, mas o mais importante é que isso passa para qualquer cliente.

Depois de arranhar a superfície, você descobre comunidades fortes em espaços de coworking que se uniram para oferecer serviços maiores aos seus clientes. Nós falamos recentemente com três espaços de coworking na Europa para obter informações sobre a motivação que levou a muitas pessoas a construir e juntar esses espaços e o valor criado hoje.

Espaços de coworking resolvem problemas de emprego criados pela recessão

De acordo com a Bloomberg Review , a recente recessão mundial tem sido a pior desde a Grande Depressão e a “geração perdida” que está desempregada devido a esta recessão (50% na Espanha, quase 60% na Grécia), não se recuperará do perdeu oportunidades. Alemanha e França foram criticadas por propor empréstimos empresariais, mas vamos enfrentá-lo – que melhor opção existe do que encorajar as pessoas a iniciar seu próprio negócio? Com empréstimos de pequenas empresas (quando necessário) e espaços de coworking, mais pessoas têm a oportunidade de criar uma renda e contribuir com a economia.

The Cube London

“O GEC (Crise Econômica Global) acabou de atacar e nós sabíamos que muitas pessoas seriam afetadas pela recessão. Começamos o negócio a fornecer um lugar para que essas pessoas saem por conta própria “, diz Araceli Camargo, do The Cube , o primeiro espaço de cowboys de Londres. “Foi uma resposta econômica e queríamos oferecer um espaço para pessoas que seriam afetadas pela recessão”.

Três anos atrás, em Barcelona, ​​na Espanha, um novo espaço de coworking, foi lançado devido a circunstâncias econômicas semelhantes. Embora o coworking fosse praticamente inédito no momento com apenas um punhado de tais espaços na cidade espanhola, os fundadores do 021 Studio viram uma oportunidade.

“As empresas multinacionais européias começaram a implementar empregos deslocalizados como uma forma de trabalho. Muitas dessas pessoas preferiram manter seu trabalho separado de casa. Eles começaram a procurar espaços alternativos onde poderiam trabalhar e estar na companhia de outros profissionais “, explica Julián Figliolo.

Oliver Strunk, do RavalCo também em Barcelona, ​​inicialmente começou seu espaço de coworking para criar renda de sua propriedade. Na época, ele avaliou que o risco econômico de alugar a várias partes era menor do que deixá-lo a um indivíduo. Foi também uma ótima oferta para os novos colegas de trabalho. “Para os freelancers e as pequenas startups há um benefício econômico direto – os custos não são tão altos, a administração é menor e eles conhecem outras pessoas interessadas em oportunidades de colaboração”. Uma idéia que surgiu novamente de uma resposta econômica resultou em um espaço de coworking próspero em uma cidade que está à beira de ter a maior densidade de coworking do mundo !

Raval Co

O Efeito Swarming E O Efeito Confortável de Espaços Coworking

O ambiente em que trabalhamos muitas vezes é crucial para o nosso sucesso, e para muitos, um espaço de coworking promove o espaço de trabalho profissional certo para roda e negócios.

“Nesta economia, a maioria da nossa comunidade está buscando começar um negócio que os apóie, em vez de uma empresa maior. Eles estão criando empregos para eles mesmos. Um espaço de coworking é mais barato do que o seu próprio escritório, então faz sentido “, explica Araceli,” Através do pastoreio, as pessoas acham que é reconfortante vir trabalhar em um ambiente compartilhado. Imita uma organização e cria esse sentimento de ir a um escritório com pessoas, colegas, etc. ”

“As pessoas querem se mudar e alugar um espaço fixo seria um impedimento. É também uma questão de economia, mas acho que, em primeiro lugar, as pessoas querem se conectar a outras pessoas, compartilham um café e conversam um pouco “, acrescenta Oliver de RavalCo.

As pessoas são seres sociais e um espaço de co-trabalho cria um espaço para rede com pessoas de mentalidade semelhante. No 021 Studio, Julián descreve a comunidade de colegas de trabalho como uma “família” e não apenas um grupo de pessoas que compartilham mesas. “Trabalhamos lado a lado, mas também nos reunimos para conversar, compartilhar um café e almoçar juntos”.

Benefícios de espaços de Coworking para Freelancers e Startups

Embora a motivação inicial por trás dos espaços de coworking possa parecer economia básica e um lugar para se misturar, há grandes oportunidades de negócios alimentadas por uma abundância de um poderoso recurso: o conhecimento. Trabalhando em um espaço de coworking, você ganha uma comunidade imediata da qual você aprende e que ajuda você a gerar economia.

Julián do 021 Studio concorda que o benefício real não é sobre socializar. Todos os membros do 021 Studio são freelancers individuais, comerciantes únicos ou empresas separadas e os fundadores viram uma ótima oportunidade na variedade de habilidades e profissões presentes. “Ao juntar e combinar nossa experiência e habilidades, agora trabalhamos como um e podemos oferecer serviços aos nossos clientes que não teriam sido possíveis para nós fazer as pessoas por conta própria.

021 Studio

Freelancers e startups em um espaço de coworking têm acesso a especialistas que não se encontrarão facilmente ao trabalhar em casa ou em outro lugar. Isso permite que os profissionais trabalhem em estreita colaboração, de forma independente, e compartilhem conhecimento especializado que, em última instância, beneficie o cliente.

“No 021 temos colegas de trabalho que são designers, editores, editores de video, especialistas em marketing, tradutores e muito mais. Consultando uns aos outros, podemos resolver quaisquer problemas e abordar quaisquer dúvidas quanto a questões especializadas. Na maioria dos casos, não é necessário que usemos serviços externos, mas sim a grande variedade de habilidades que nos rodeiam no escritório. Isso beneficia todas as partes “.

Araceli of The Cube explica como, desde o início, as percepções dos espaços de coworking mudaram, beneficiando tanto os membros como os clientes: “Anteriormente havia um estigma associado a ser um comerciante único e nossos membros estavam hesitantes em convidar seus clientes para o espaço. O empreendedorismo foi pensado para ser uma coisa passageira, agora é uma indústria apoiada por todas as startups de hoje. O estigma já não existe e as pessoas, incluindo os nossos clientes, entendem a cultura – eles conseguem agora “.

Na verdade, a cultura é tão amplamente aceita agora que o Cube usa sua identidade de coworking para sua vantagem. Em 2013, lançaram a “Agência Cube”, onde vários membros com diferentes áreas de especialização colaboram, lançam aos clientes e completam projetos maiores que de outra forma não poderiam ser possíveis. “Se o seu cliente sabe que você faz parte do espaço de co-trabalho e pode se beneficiar de outros colegas de trabalho lá, então há um benefício”.

Uma oferta única do The Cube em Londres são as oficinas para os membros onde os colegas de trabalho se reúnem, colaboram, compartilham e aprendem uns com os outros. “Nossos eventos e coletivos dão aos nossos membros uma placa de som para discutir negócios e idéias. Também convidamos especialistas e empresários da indústria a participar e a compartilhar sua experiência com nossos membros “, explica Araceli.

Ao colaborar juntos, os membros do coworking encontraram uma maneira de ser mais fortes do que a soma de suas partes e fornecer um serviço maior aos seus clientes.

O papel da tecnologia em espaços de coworking

Pouco mais de 5 anos atrás, os espaços de coworking eram inexistentes em Londres. Mas, com o surgimento de empresas iniciantes e freelancing generalizado, em conjunto com um tempo de rápido desenvolvimento tecnológico nos últimos anos, o escritório tradicional e o ambiente de trabalho foram reinventados. Quando perguntado como os espaços de coworking e suas comunidades evoluíram nos últimos anos, Araceli comenta sobre o papel que a tecnologia desempenhou: “A tecnologia é muito diferente hoje em dia”, diz Araceli. “Quando lançamos, tivemos que ensinar as pessoas a fazer chamadas de seus laptops, mas hoje essas coisas são conhecimentos comuns”.

Esta é uma área que definitivamente experimentou mudanças drásticas. As empresas de todas as formas e tamanhos estão agora muito familiarizados com a colaboração online com clientes ou colegas e, em muitas empresas, as conferências VoIP ou o software de reunião on – line desempenham um papel importante nos processos diários.

“As empresas não monolíticas e o trabalho praticamente se tornaram muito mais aceitos em nossa cultura”, explica Araceli. “No início, você teria que criar toda essa fumaça e espelhos para dar a impressão de uma grande empresa. Agora, não há mais necessidade desta fachada. Todo mundo estava acostumado a reuniões presenciais e não sabia nada diferente, mas isso mudou drasticamente. “Hoje, não é problema organizar chamadas de conferência em um laptop. As pessoas não precisam de muito espaço e tudo pode ser feito a partir do laptop na Web “.

The Cube London

Hoje é comum que as empresas lidem com clientes que não estão na mesma cidade ou mesmo país, e este é o mesmo caso para espaços de coworking. Profissionais em espaços de coworking tendem a usar uma variedade de soluções on-line para gerenciamento de clientes, faturamento, chamadas de clientes através de conferência VoIP e Mikogo para compartilhamento de tela durante reuniões on-line.

De acordo com Julián, que usa ferramentas de gerenciamento de projetos como Podium e Basecamp, a tecnologia certa é crítica. “A tecnologia é tudo para nós e nos esforçamos para usar todas as oportunidades disponíveis para nós no mercado. A maioria dos colegas de trabalho usa ferramentas para se comunicar através da Web, o que é essencial porque a maioria dos clientes não está na cidade “.

Os números falam por si mesmos. À medida que a tecnologia evoluiu, tem colaboração decoworking e on – line , resultando em mais de 2.500 espaços de coworking em todo o mundo, com mais de 110.000 pessoas trabalhando em um, de acordo com o DeskMag .

O Futuro do Coworking – Colaboração e Parcerias

De acordo com Julián no 021 Studio, há mais razões para o surgimento de espaços de coworking, que levaram a um lugar permanente para o coworking hoje e no futuro: “O coworking floresceu muito no curto espaço de tempo desde a recessão. As pessoas se encontraram com escritórios vazios que foram convertidos em espaços de coworking. Agora, o conceito de coworking é generalizado, o que leva a uma grande concorrência e, portanto, devemos competir em serviços “.

021 Studio

“Ser membro do 021 apresenta inúmeras oportunidades de trabalho para os membros. Temos membros internacionais e criativos, estamos a par das novas tendências e podemos aplicar esse conhecimento em benefício de todos, incluindo clientes. Do colega de trabalho, você desenvolve uma maneira mais produtiva de trabalhar, novos contatos e oportunidades de trabalho constantemente novas. O conceito de trabalho colaborativo é fortemente enfatizado e aproveitamos esse novo e crescente modelo de trabalho “.

E é aqui que o verdadeiro valor e o benefício dos espaços de coworking reside – colaboração. Isto é o que cimentou espaços de coworking no mundo dos negócios.

Hoje em dia, os espaços de coworking são centros de inovação que oferecem oportunidades de colaboração, bem como benefícios educacionais e sociais a taxas econômicas, ajudando a comunidade local. De acordo com Lawton Ursrey, um contribuidor da Forbes, estamos caminhando para uma comunidade que impactará a economia local . Ao olhar para a imagem local mais pequena, estamos adicionando a imagem geral. Na verdade, o Cube formou parcerias com empresas locais de Londres, o que contribui para a experiência dos membros.

“Parcerias, como o London College of Communication, é o próximo passo para os espaços de coworking, pois proporciona maior valor ao ser membro”, explica Araceli. “A atração é que esta é uma comunidade e não apenas um grupo aleatório de pessoas. Para nós, também é por isso que nós examinamos as pessoas, porque será importante para os clientes saberem que você faz parte do The Cube “.

Em suma

Considerando as condições econômicas e a explosão de tecnologia e serviços de colaboração on-line nos últimos anos, o aumento dos espaços de coworking faz todo o sentido. Um espaço de escritórios compartilhado reúne pessoas com idéias afim, que podem se beneficiar da experiência e perícia uns dos outros, rede e compartilhar contatos, e até mesmo colaborar em projetos juntos. Mais importante ainda, são os clientes de espaços de coworking que beneficiam o melhor disso.

Curso De Desenho Realista Com Alexandre Porto – Vale a Pena?

CURSO DE DESENHO REALISTA COM ALEXANDRE PORTO: DESENHAR NÃO É DOM!
Alexandre é bombeiro militar há mais de 18 anos e a sua trajetória no mundo do desenho começou muito antes de lançar o Curso de Desenho Realista Com Alexandre Porto.

Há 10 anos Alexandre começou a dar aulas presenciais em Belo Horizonte e conquistar a simpatia e confiança de seus alunos, que mesmo começando do zero, desenhavam cada dia melhor. Os trabalhos de Alexandre Porto eram tão impressionantes e ganhavam tanta notoriedade a cada dia, que passaram a chamar a atenção da mídia e famosos.

Em 2013 o desenhista concedeu uma entrevista ao Balanço Geral, da TV Record. A matéria exibiu o momento em que ele conseguiu entregar um desenho ao jogador Ronaldinho Gaúcho. Olha que legal na imagem abaixo!
No ano de 2014, Alexandre Porto também esteve presente em diversos veículos de comunicação quando entregou um desenho ao craque Lionel Messi, durante a Copa do Mundo.

Em 2015, participou do quadro “Acerte o Desenho”, no Caldeirão do Huck, e entregou um desenho ao apresentador. Pena que não conseguimos a imagem.

Curso De Desenho Realista Com Alexandre Porto: O Que Vou Aprender?

Se você quer aprender a desenhar do zero ao profissional, chegou a sua oportunidade. O Curso de Desenho Realista Com Alexandre Porto chegou para mostrar que desenhar não tem nada a ver com dom, mas sim com o fato de aprender as técnicas corretas e praticar muito!

Confira abaixo quais os módulos do curso:

  • Módulo 1 – Conhecendo os Materiais
  • Módulo 2 – Métodos de Proporção
  • Módulo 3 – Aplicando Degradê
  • Módulo 4 – O Poder da Textura
  • Módulo 5 – Desenhando olho
  • Módulo 6 – Desenhando boca
  • Módulo 7 – Uso do Verniz Fixador
  • Módulo 8 – Desenhando cabelos
  • Módulo 9 – Textura em objetos
  • Módulo 10 – Reflexo e Transparências
  • Módulo 11 – Textura da Natureza
  • Módulo 12 – Como Desenhar bebês
  • Módulo 13 – Finalizando com Steve Jobs

São 20 horas de puro conteúdo online, uma linguagem direta e muitos exercícios práticos. No Curso de Desenho Realista Com Alexandre Porto, você vai aprender tudo o que precisa para sair do absoluto zero e passar a desenhar profissionalmente.

Além disso, você terá direito a 3 BÔNUS SENSACIONAIS!

curso de desenho realista com alexandre porto  

Como Funciona o Curso De Desenho Realista Com Alexandre Porto

Após a confirmação de pagamento você receberá um e-mail da Hotmart com seus dados de acesso (login e senha), para acessar a área do aluno.

Lembramos que o curso é 100% online e você participará de um grupo no Facebook apenas para alunos. Neste grupo, o Alexandre Porto dará todo o suporte necessário, ok?

Para Quem é recomendado Curso De Desenho Realista Com Alexandre Porto?

O Curso de Desenho Realista é recomendado para pessoas que desejam aprender como fazer desenhos realistas do zero mesmo sem ter nenhum dom para o desenho. O curso também é indicado para pessoas que desejam aperfeiçoar suas técnicas de desenho e alcançar o nível máximo em seus desenhos realistas.

Como Realizar o Pagamento do Curso?

O curso é disponibilizado pela Hotmart, que pertence ao Buscapé, e é a maior plataforma de cursos online do Brasil.
Você poderá efetuar o pagamento via boleto, cartão de crédito ou paypal. Logo após a confirmação de pagamento receberá o login e senha no e-mail cadastrado no momento da compra.

Quero Aprender a Desenhar Com o Curso De Desenho Realista Com Alexandre Porto. Como Faço?

Se você quer se tornar um desenhista profissional com o Curso de Desenho Com Alexandre Porto, basta clicar no botão abaixo para se inscrever agora mesmo!

Como Montar um Restaurante? Confira Aqui as 10 Dicas Mais Importantes!

Ter um restaurante é o sonho de muitas pessoas que desejam trabalhar com gastronomia. Com a minha experiência, resolvi fazer um guia descomplicado com dicas de como montar um restaurante. Com certeza vai ser muito útil para você que está começando. Se há um ramo que não tem crise é o de venda de comidas. Isso porque, as pessoas nem sempre tem tempo, sabem ou querem cozinhas. E é aí que entra os restaurantes.

Contudo, se engana quem pensa que saber cozinhar é o suficiente para ter um restaurante de sucesso. É claro que o sabor da comida é muito importante, mas o proprietário de qualquer negócio precisa ter noções de administração e gestão.

Quer entender mais sobre isso? Confira 10 dicas de como montar um restaurante:
como montar um restaurante

Como Montar um Restaurante Dica 1: Pense no restaurante como um negócio e não um hobby!

Não é raro ver pessoas que são excelentes cozinheiros e apaixonados pela arte de cozinhas, mas, em contrapartida, não possuem tato para os negócios.
Por este motivo, muitos restaurantes vão, infelizmente, à falência. Assim, se esse for o seu caso, o melhor a se fazer é contratar um profissional de administração para fazer a gerência do seu espaço.

Este profissional, que pode ser o gerente, deve estar capacitado para lidar com toda a burocracia que um negócio exige. Vale ressaltar que, para abrir um restaurante é preciso cumprir diversos processos burocráticos, que inclui abrir uma empresa (CNPJ), se adequar às normas de segurança e regulações sanitárias exigidas pelo Departamento de Vigilância Sanitária de seu município.

Caso o restaurante não esteja com os alvarás em dia, é possível que o estabelecimento seja fechado por irregularidade a qualquer momento.

Como Montar um Restaurante Dica 2 – Conte com um Especialista/Consultor

Por mais que você julgue ser uma pessoa inteligente e capacitada, nada substitui a ajuda de um profissional…Principalmente quando o assunto envolve um alto investimento.
Em média uma consultoria muito bem feita gira em torno de 5-10% do valor que você investirá na hora de abrir seu restaurante.

Então não há porque fazer essa aposta sem a ajuda de um profissional!

Existem inúmeros profissionais gabaritados e capazes de te auxiliar nessa empreitada, ainda que seja por vídeo-conferência!
A minha própria família contou com a ajuda de um profissional nesse segmento quando resolveu abrir um restaurante de comida Italiana.
O profissional era de São Paulo e se chamava Jonatas Mascarenhas, caso tenha interesse em conversar com ele, clique no link abaixo e você será direcionado até seu site oficial! 🙂

Site OFICIAL do Jonatas  -> Clique Aqui

Como Montar um Restaurante Dica 3 – Estabeleça a ramificação de seu restaurante e planeje o cardápio

O planejamento do cardápio é uma das partes mais importantes ao se montar um restaurante. E, ao contrário do que muita gente pense, deve ser feito na fase inicial do projeto, enquanto se monta o plano de negócios. Isso porque, ao definir o que vai ser servido é possível planejar os equipamentos, materiais e utensílios que precisam ser comprados.

Muitos donos de restaurantes pecam em querer atender vários públicos e passam a oferecer diversos tipos de especialidades culinárias. Isso pode até dar certo em curto prazo, mas com o tempo faz com que seu negócio não tenha uma identidade estabelecida.
Assim, escolha aquilo que é seu forte na gastronomia, seja massas, sushi, comidas típicas, comida italiana e etc.

Com essa escolha, você certamente vai cativar um público fiel e ser reconhecido por isso.

Como Abrir um Restaurante Dica 4 – Faça um estudo da localização de seu restaurante e do público alvo

Esta certamente é uma das principais dicas de como montar um restaurante. Isso porque, onde seu restaurante vai estar localizado define se vai ser um empreendimento de sucesso ou não.

É preciso avaliar com cautela se o seu negócio vai ter público suficiente nas redondezas. Outro ponto a se atentar é em relação à segurança do bairro, já que se a área for considerada perigosa e com altos índices de criminalidade, certamente, as pessoas não vão ter receio de ir ao local.

Como Montar um Restaurante Dica 5 – Se destaque em meio aos concorrentes

Se você for fazer o que todo mundo está fazendo, certamente, seu restaurante vai ser só mais um e não vai ter destaque nenhum. Estude seus concorrentes, veja o que eles tão fazendo e busque sempre ser melhor e diferenciar.

Tenha em mente, que o público vai querer conhecer aquilo que é novo. Assim, sempre que possível.

Como Montar um Restaurante Dica 6 – Use o marketing para alavancar as vendas

A estratégia de marketing são ações voltadas para fidelizar os clientes e aumentar, dar visibilidade à seu negócio e aumentar os lucros. O marketing pode ser feito a partir de publicidade (redes sociais, tv, rádio, panfletagem e etc.), ações promocionais, distribuição de brindes, sorteios e entre outras atividades.

Avalie a estratégia que seu público vai preferir e separe uma parte do orçamento para este investimento.

Como Montar um Restaurante Dica 7 –  Valorize e invista em você e em sua equipe

treinamento de equipes de restauranteEsta dica serve não apenas para restaurantes, como para qualquer negócio. Os seus funcionários vão ser a cara do seu restaurante. Por isso, como bom empreendedor é essencial investir na capacitação deles e os valorizar para que eles se engajem no trabalho e esta satisfação seja repassada ao cliente.

Afinal, o público gosta de ser bem atendido por pessoas bem humoradas e motivadas. Neste sentido, haja como um líder e trate sua equipe com respeito e cordialidade. Se houver algo errado, chame para conversar. De forma alguma deixe seu funcionário constrangido ou imponha a cultura do medo em sua equipe.

O mercado da gastronomia é muito competitivo. Se você quer se destacar, é essencial buscar sempre está atualizado com as novas tendências e ir em busca de qualificações para si e seus colaboradores, que podem ser feitas com cursos, vivências, oficinas e etc.

Como Abrir um Restaurante Dica 8 – O sabor dos pratos vai ser a melhor das propagandas

Não adianta planejar tudo, se os pratos deixarem a desejar no sabor. Assim, antes de abrir o restaurante, faça um jantar para os amigos e familiares e esteja aberto à críticas construtivas que podem lhe ajudar a acertar os pratos.

Lembre-se que o sabor e qualidade dos pratos vão ser a melhor propaganda do seu negócio e a garantia de que as mesas estarão sempre cheias.

Como Abrir um Restaurante Dica 9 – Atente ao estoque e em formas de economizar

O estoque é um ponto primordial para quem tem um restaurante. Assim como não pode faltar nada, se houver excesso de mercadoria também pode haver prejuízos. Neste ponto, é muito importante ter contato de diversos fornecedores e sempre buscar pelos melhores produtos e menores preços.

Com o tempo se adquire a experiência de fazer boas negociações. Os alimentos não perecíveis podem ser comprados em maior quantidade, enquanto aos perecíveis é preciso fazer um planejamento de comprar por semana ou quinzena. Se você está em busca de economia, precisa atentar para o funcionamento de seu negócio para encontrar a fórmula exata.

Como Montar um Restaurante Dica 10 – Crie um ambiente agradável e com atrações diversas

dicas de como abrir um restauranteO ambiente é muito importante para o cliente se sentir à vontade e tenha vontade de voltar. Assim, atende em fatores como limpeza, organização, iluminação, climatização e etc.
Sempre que possível, inclua em sua programação atrações como música ao vivo e show de humor, que além de tornam o clima mais agradável também ajuda na fidelização do cliente. Torne seu restaurante um local atrativo que as pessoas tenham vontade de conhecer e que saiam de lá querendo voltar.

Você achava que montar um restaurante era fácil? Para se ter um negócio de sucesso é preciso atentar em vários pontos. Mas, tenho certeza que com essas dicas de como montar um restaurante aliada à muito trabalho e força de vontade você vai conseguir ser bem sucedido como empreendedor!

 

 

Como escolher uma carreira

Tentando decidir o que fazer com sua vida? Aqui está o que considerar ao investigar o tipo de trabalho que lhe convém.

Algumas pessoas sabem desde cedo que querem ser médico ou jornalista. Mas e se você não tiver certeza? Depende de você se você quer tomar uma decisão firme agora ou selecionar uma rota que deixa uma série de opções abertas. No entanto, se você estiver lutando, poderá encontrar as seguintes sugestões úteis.

1. Perder os seus preconceitos de carreira

Dê uma olhada rápida em tantas áreas de carreira quanto possível, ao invés de descartar imediatamente qualquer coisa com base em sua imagem ou seus pressupostos. Muitos engenheiros usam trajes e vão às reuniões de negócios. Muitos profissionais de TI passam mais tempo conversando com clientes sobre suas necessidades do que escreverem código. Muitos advogados têm empregos que não exigem que eles defendam pessoas acusadas de crimes desagradáveis.

2. Cuidado com as escolhas de carreira “seguras”

Da mesma forma, desafie seus pressupostos antes de decidir definitivamente sobre uma carreira. Isto é particularmente importante se você está considerando uma opção porque você acha que é uma “escolha segura” ou um “bom trabalho”, e não por interesse intrínseco. A TI e a lei, por exemplo, têm uma imagem “sólida”, mas você pode achar mais difícil do que você imagina obter seu primeiro emprego e nem todos os papéis oferecerão um salário alto.

3. Pense sobre seus valores, interesses e pontos fortes

Sendo motivado pela sua escolha de carreira é importante, tanto em termos de trabalhar para obter as notas que você precisa e progredir sua carreira, uma vez que você começa a trabalhar.

O que é importante para você na vida? Dinheiro? Ajudar pessoas? Ser criativo? Pensar sobre o que você valoriza pode dar-lhe idéias sobre o tipo de carreira que você gostaria.

Seus interesses podem ser outro ponto de partida útil. Se você é um fã de Fórmula 1, você gostaria de projetar carros como engenheiro automotivo? Se você gosta de acertar as lojas no final de semana, que tal uma carreira que gerencia uma loja – ou mesmo uma cadeia inteira?

Pensar sobre os assuntos que você é bom também pode dar-lhe idéias, como pode considerar outras habilidades que você tem. Talvez você seja bom em falar em frente a grandes grupos de pessoas ou trabalhar com um orçamento. Tenha em mente essas habilidades ao ler sobre diferentes trabalhos.

4. Obteve uma lista restrita? Descubra mais

Se você conseguiu selecionar algumas opções, saiba mais com pesquisas on-line. Em seguida, tente encontrar pessoas que possam ajudá-lo a descobrir mais. Você pode perguntar a sua família e amigos se eles tiverem bons contatos, freqüentar os dias abertos da universidade e as feiras de emprego da escola e procurar empregadores que irão deixar você se juntar a eles para obter experiência profissional. (Não confie em sua escola para isso – tente arranjar algo fora de sua própria volta por um momento em que você não precisa estar na escola.)

5. Limite suas opções

Se você ainda não definiu o que deseja fazer, é bom candidatar-se a programas de licenciamento escolar em mais de uma área de carreira, ou candidatar-se a programas de licenciamento escolar e a cursos universitários. Mas não espalhe seu tempo demais demais – é mais eficaz aplicar para algumas coisas bem do que muitas coisas mal.

6. Não é possível restringi-lo?

Se você é um todo-o-mundo, você pode encontrar uma ampla gama de carreiras interessantes e ter a capacidade de fazer qualquer um deles – o que não ajuda muito em diminuí-lo. Se você está pensando em ir para a universidade, use nossa lista de disciplinas que você precisa para diferentes carreiras para ajudá-lo a avaliar sua próxima jogada.

Algumas carreiras exigem que você tome assuntos específicos em sexta forma ou na universidade, enquanto outros estão abertos para aqueles com qualquer assunto. Comece por trabalhar na lista de carreiras que exigem assuntos específicos. Então você pode decidir se você está feliz em descartá-los ou quer manter essas opções abertas para você, caso em que você precisa escolher a combinação certa de assuntos.

7. Você pode mudar de idéia

Ainda está preocupado com a questão de saber se sua decisão é a melhor? Tenha em mente que você sempre pode mudar de direção mais tarde. Em última análise, a experiência é a única maneira de descobrir o que você gosta e não gosta, então, se você acabar em uma carreira que não gosta, pode usar esse novo conhecimento para guiá-lo em uma direção que melhor se ajuste a você.

Como escolher sua carreira profissional com sabedoria

À medida que suas opções de carreira começam a se desenrolar, você pode estar examinando caminhos alternativos para alcançar uma vida que ofereça a segurança financeira e a realização que deseja. Seu sonho pode ser tornar-se um empresário ou ganhar a vida perseguindo suas paixões criativas. Embora você não esteja restrito a nenhuma das opções de carreira ou de carreira, é aconselhável prosseguir uma carreira básica profissional para a experiência comercial prática e as bases financeiras que lhe dará.
Embora não ofereça garantias, uma carreira básica tradicional ainda é a  rota mais segura para qualquer sensação  de segurança econômica e sucesso, como é tradicionalmente definido. Não há segurança de emprego real em qualquer carreira tradicional, mas algumas profissões, algumas indústrias são apostas muito melhores do que outras.

Você deve “seguir sua felicidade”? 
Muitos conselhos de gerenciamento de carreira até o momento dizem que você não é prático, mas para encontrar a sua paixão, encontrar a sua felicidade, encontrar algo que você ama e ficar com ela até alcançar o sucesso. Esta mensagem é muito útil porque diz às pessoas o que querem ouvir, mas raramente é prático, porque sair da escola e atravessar esta última ponte até a idade adulta, sua idéia de bem-aventurança talvez não seja uma forma prática de ganhar a vida . Se você sonha em ser o baixista de uma banda, vá em frente, dê uma chance, mas pelo menos faça isso em conjunto com uma carreira principal. Se você não está preparado para se comprometer, seja lá o que fizer, não fique muito tempo na festa; entrar na força de trabalho profissional no nível de entrada é bastante difícil até 25, mas deixa dois ou três anos mais e os empregadores começam a se recusar.Os especialistas nos dizem que esperamos três ou mais carreiras ao longo de uma vida profissional, o que equivale a cerca de quinze anos por carreira. Mesmo se você se tornar bem sucedido em um e a tecnologia não o erradica da maneira que a tecnologia destrói continuamente as profissões ao criar novas, a mudança ainda acontece e circunstâncias imprevistas podem ditar que você precise fazer uma mudança de carreira de qualquer maneira.

Suas necessidades / desejos – as coisas que você achar que valem a pena na vida – evoluirão à medida que envelhecem, e você provavelmente experimentará mudanças significativas nessas áreas a cada 7-10 anos. Como as métricas dizem que nenhum trabalho é seguro e a pesquisa psicológica diz que o que quer que toque de sinos para você hoje não tenha a mesma relevância há poucos anos, a escolha da carreira não deve ser necessariamente sobre a sua paixão, embora seja preferível se você pode ganhar a vida fazendo coisas que você gosta.

É possível uma abordagem mais prática que responda às realidades do novo mundo do trabalho: o trabalho que você faz determina o dinheiro que você ganha todas as semanas, o que determina a qualidade de vida que você experimenta e as coisas que você pode fazer quando você é não está funcionando; e isso tem um impacto em todos os dias de sua vida, para o resto de sua vida. Seu a escolha principal da carreira deve levar em conta as preferências pessoais, mas não deve ser feita com a crença de que a carreira que você escolher irá levar a segurança ao longo da vida ou que irá satisfazer todas as suas necessidades para hoje e sempre. Nada é certo nesta vida, exceto a mudança, e sua necessidade de dominar como gerenciar as inevitáveis ​​reviravoltas da longa carreira à frente; porque a forma como você aprende a navegar na sua carreira determinará o grau de seu sucesso e cumprimento a longo prazo.

O que vem primeiro, a escolha de carreira ou o grau? 
Pagar para a faculdade é caro, então você quer fazer as escolhas mais inteligentes que também oferecem a maior flexibilidade para mudar empregos e carreiras mais tarde em sua vida profissional.Saiba mais sobre as indústrias de crescimento, os empregos de alto crescimento dentro deles, as credenciais acadêmicas necessárias para a entrada e as credenciais sugeridas para um início acelerado.

Referência cruzada dos requisitos acadêmicos para o (s) trabalho (s) e trajetória (s) de carreira em consideração com os outros trabalhos e carreiras que as pessoas com esses mesmos graus tenham prosseguido com sucesso. Devido a essas considerações, a escolha fundamental da carreira deve basear-se no pragmatismo e em uma abordagem mais inteligente da gestão de carreira que abrange outras opções. A escolha inteligente da carreira do núcleo deve levar em consideração habilidades, aptidões e preferências.

Tendo apresentado uma pequena lista de opções de carreira apropriadas, você também deve considerar:

  • A saúde projetada dos setores da indústria que você está considerando
  • O crescimento projetado do (s) trabalho (s) alvo que você está considerando
  • A relativa flexibilidade oferecida por essa combinação grau / emprego / indústria, permitindo que você altere empregos e profissões no futuro.
  • Um setor / profissão da indústria com projeções de crescimento saudáveis ​​oferecerá mais oportunidades de emprego e melhor crescimento profissional em tempos bons e ruins.
  • No âmbito da profissão / setor (s) em avaliação, você deve considerar a saúde projetada dos empregos alvo. Empregos com alto potencial de crescimento projetado – 20% de crescimento percentual na próxima década é considerado bastante saudável – são melhores do que empregos com pouco ou nenhum crescimento projetado.
  • O número absoluto de pessoas que detêm esse título de trabalho hoje e em que se baseiam as projeções de crescimento também é importante: uma taxa de crescimento projetada de 20% em um emprego que já possui 3 milhões de pessoas que ocupam esse título de trabalho sugere uma maior segurança do que um trabalho com um projeto projetado Taxa de crescimento de 20% baseada em 35 mil pessoas.

Preparação profissional

Embora você possa pensar que você é muito jovem para se preocupar com sua carreira futura, é importante que você comece a pensar sobre sua vida após o ensino médio agora, para que você possa tomar as medidas necessárias para qualquer carreira que você possa escolher. Algumas dessas etapas incluem escolher o ensino médio direito, inscrever-se nos cursos necessários, ganhar boas notas, participar de programas, obter experiência profissional e construir um currículo. Pode parecer esmagadora tentar escolher uma carreira antes de completar o ensino médio, mas sempre tenha em mente que nunca é tarde demais para mudar sua carreira e ninguém diz que você tem que decidir agora.

Existem muitos fatores diferentes que vão na escolha de um caminho de carreira. Para determinar a ocupação que deseja inserir, é necessário considerar seus interesses, quanto tempo você quer estar na escola, quanto dinheiro deseja fazer, o tipo de trabalho que deseja fazer, o potencial de crescimento do emprego e as tendências do trabalho em a indústria – parece muito, mas essa é apenas a ponta do iceberg. No entanto, quanto mais cedo você começar a pensar em carreiras potenciais, mais chances você terá que explorá-las antes de tomar decisões importantes. Felizmente, existem muitas ferramentas, programas e pessoas disponíveis para ajudar a decidir o que deseja fazer.

Descobrir a si mesmo

O que você gosta de fazer?

O que você quer fazer?

Quando você pensa antes de dez anos, o que você acha que está fazendo?

Quando você é adolescente, é difícil se lidar com essas questões. Cada dia você toma muitas decisões – o que vestir, com quem sair, como gastar seu tempo depois da escola. Algumas das decisões que você toma hoje podem afetá-lo pelo resto da vida. É por isso que é importante aprender a tomar boas decisões.

Pesquisa de Carreiras

Depois de ter descoberto as coisas que você gosta de fazer e as coisas que você faz bem, você pode começar a explorar carreiras que incorporam seus interesses e habilidades, bem como a educação necessária, salário médio ganho, oportunidades de emprego potenciais.

Faça um plano

O que é preciso para chegar onde quer ir? Inclua educação após o ensino médio no seu plano desde o início, uma vez que é uma necessidade para a maioria dos empregos bem pagos. Mas deixe-se muito espaço e tempo para mudar de idéia sobre caminhos de carreira específicos. Uma vez que você tenha um plano, trabalhe o plano. Faça os passos ao longo do caminho a cada ano para acompanhar a graduação e o ensino superior.

Você deve encontrar sua verdadeira paixão na profissão?

Encontre sua paixão

Você provavelmente já ouviu o ditado: “se você ama o que você faz, você nunca trabalhará um dia em sua vida”. Geralmente, ele está de mãos dadas com a diretiva para “encontrar sua paixão”. Você estará condenado a uma vida de infelicidade no trabalho se você não aceitar esse conselho?

O que significa achar sua paixão?

Muitas pessoas, algumas delas especialistas em carreira , acreditam que, para que uma carreira seja satisfatória, deve ser significativa.

É por isso que eles admoestam os destinatários de seus conselhos para encontrar sua paixão – algo sobre o que eles se importam muito – e escolher uma carreira que aproveite isso.

A diretriz para encontrar a sua paixão coloca muito estresse sobre os indivíduos que podem não sentir todos os que se apaixonam por algo relacionado ao trabalho, ou que acreditam que as coisas que consideram significativas são mundanas em comparação com as paixões, como salvar vidas, criar arte ou Fazendo do mundo um lugar melhor.

Talvez a paixão seja uma palavra muito forte para descrever o que o inspira a escolher uma carreira específica. Ele evoca sentimentos tão intensos que você pode equiparar-los a estar apaixonado. E essa é uma ordem bastante alta quando se trata de escolher uma carreira .

Isso significa que você não precisa encontrar uma carreira significativa?

Mesmo que não haja nada sobre o que se preocupar com o suficiente para rotular uma paixão ou o que você sente é significativo não garante linguagem tão forte para descrevê-lo, você ainda deve procurar o trabalho sobre o qual você se sente entusiasmado.

Talvez seja ainda mais essencial aproveitar o seu trabalho do que ser apaixonado por isso. Afinal, você vai gastar muito tempo em seu trabalho.

Quando você pensa sobre isso, todo o trabalho é significativo a seu modo. Vejamos todos os funcionários em um hospital, por exemplo. Certo, são os médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde que salvam vidas, mas a instalação deixaria de funcionar sem trabalhadores de manutenção que o mantenham limpo.

No entanto, poucas pessoas diriam que são apaixonadas por fazer o trabalho de guarda, mas há aqueles que recebem satisfação desse tipo de trabalho.

Todos não achamos as mesmas coisas significativas. Nem todo mundo tem uma chamada ou define da mesma maneira. Você pode querer uma carreira que envolva salvar vidas ou usar seus talentos artísticos. A maioria das pessoas diria que são chamados. Seu melhor amigo pode gostar de assemblar widgets. Muitas pessoas não se referem a isso como um chamado, mas isso realmente não deve importar. Para as pessoas que precisam desses widgets, isso é um trabalho essencial.

O que é mais importante do que a paixão?

Pare de se preocupar em tentar encontrar sua paixão. Se você encontrar uma carreira que lhe permite fazer o trabalho sobre o qual você é apaixonado, isso é ótimo. Pare de bater-se sobre isso se você não fizer isso. Você pode ter uma carreira bem sucedida que envolve fazer o trabalho que você gosta – não necessariamente amor – mas, pelo menos, gosta.

A chave para alcançar a satisfação profissional é garantir que você escolha uma profissão que seja adequada para você. Certifique-se de que é um bom ajuste para o seu tipo de personalidade , interesses e valores . Você precisa de uma aptidão – um talento ou habilidade natural – por isso. Obter treinamento adequado, seja em uma sala de aula ou no trabalho, é vital.

Ter habilidades técnicas específicas  , que são qualidades pessoais que você nasceu ou adquire através de experiências de vida, permitirá que você tenha sucesso em sua carreira.

Lembre-se de que, mesmo que uma ocupação seja uma boa opção para você – seja ou não encontrar sua paixão – você deve gostar da maioria das suas atividades do dia-a-dia ou você não aproveitará seu trabalho. Se você espera que cada tarefa seja deliciosa, você está se preparando para se decepcionar. Mas, se você não gosta de fazer algo que é apenas uma pequena parte do seu trabalho, há uma excelente chance de você ter uma satisfação profissional. Faça sua lição de casa antes de escolher uma ocupação para descobrir se é uma boa combinação para você. Há mais satisfação profissional do que encontrar sua paixão.

Como fazer uma escolha de carreira quando você está indeciso

Com milhares de opções, como você escolherá uma carreira  ideal para você? Se você não tem idéia do que deseja fazer, a tarefa pode parecer insuperável. Felizmente, não é. Basta pensar bem nisso, e você aumentará suas chances de tomar uma boa decisão.

Avalie-se

Aprenda sobre si mesmo através de uma auto-avaliação

Antes de escolher a carreira certa, você deve aprender sobre você. Seus valores , interesses , habilidades suaves e aptidões , em combinação com seu  tipo de personalidade , fazem algumas ocupações um bom ajuste para você e outras completamente inapropriadas.

Use ferramentas de auto-avaliação , muitas vezes chamadas de testes de carreira, para coletar informações sobre seus traços e, posteriormente, gerar uma lista de ocupações que são um bom ajuste com base neles. Algumas pessoas optam por trabalhar com um  conselheiro de carreira  ou outros profissionais de desenvolvimento de carreira que possam ajudá-los a navegar nesse processo.

Faça uma lista de ocupações para explorar

Mulher fazendo uma lista

Você provavelmente tem várias listas de ocupações na frente de você nesse ponto – um gerado por cada uma das ferramentas de auto-avaliação que você usou. Para manter-se organizado, você deve combiná-los em uma lista principal.

Primeiro, procure carreiras que aparecem em listas múltiplas e copie-as para uma página em branco. Faça o título “Ocupações para explorar”. Sua auto-avaliação indicou que eles são um bom ajuste para você com base em vários dos seus traços, então, considere-os definitivamente.

Em seguida, encontre qualquer ocupação em suas listas que atraem você. Eles podem ser carreiras que você conhece um pouco e quer explorar mais. Além disso, inclua profissões sobre as quais você não conhece muito. Você pode aprender algo inesperado. Adicione aqueles à sua lista principal.

Explore as profissões em sua lista

Homem fazendo pesquisa

Agora receba algumas informações básicas sobre cada uma das ocupações da sua lista. Você ficará emocionado por ter conseguido reduzir sua lista apenas para 10 a 20 opções!

Encontre descrições de cargos e requisitos educacionais, formativos e de licenciamento  em fontes publicadas. Saiba mais sobre  oportunidades de avanço. Use informações do mercado de trabalho produzidas pelo governo  para obter dados sobre ganhos e perspectivas de emprego.

Crie uma “Lista curta”

Papel de notas e caneta forrados

Neste ponto, comece a diminuir ainda mais sua lista. Com base no que você aprendeu em sua pesquisa até agora, comece a eliminar as carreiras que você não deseja prosseguir. Você deve terminar com menos de duas a cinco ocupações em sua “lista curta”.

Se as suas razões para encontrar uma carreira inaceitável não são negociáveis, cruze-a em sua lista. Remova tudo com tarefas que não atraem você. Elimine carreiras que tenham perspectivas de emprego fracas . Livrar-se de qualquer profissão se você não conseguir ou não desejar cumprir os requisitos educacionais ou outros, ou se você não possui algumas habilidades suaves necessárias para conseguir sucesso.

Conduzir entrevistas informativas

Empresários multi-étnicos discutindo documentos

Quando você tem apenas algumas ocupações deixadas em sua lista, comece a fazer pesquisas mais aprofundadas. Organize para se encontrar com pessoas que trabalham nas ocupações em que você está interessado. Eles podem fornecer conhecimento de primeira mão sobre as carreiras em sua lista curta. Acesse sua  rede , incluindo LinkedIn, para encontrar pessoas com quem ter essas entrevistas informativas.

Faça sua escolha de carreira

Diversidade ocupa pessoas.

Finalmente, depois de fazer todas as suas pesquisas, você provavelmente estará pronto para fazer sua escolha. Escolha a ocupação que você acha que lhe proporcionará maior satisfação com base em todas as informações que você reuniu. Perceba que você tem permissão para fazer compras se você mudar de idéia sobre sua escolha em qualquer momento da sua vida. Muitas pessoas mudam suas carreiras pelo menos algumas vezes.

Identifique seus objetivos

Mulher de negócio que segura a escada

Depois de tomar uma decisão, identifique seus objetivos de longo e curto prazo. Fazer isso permitirá que você eventualmente trabalhe no seu campo escolhido. Os objetivos de longo prazo normalmente levam cerca de três a cinco anos para alcançar, enquanto você geralmente pode cumprir um objetivo de curto prazo em seis meses a três anos.

Deixe a pesquisa que você fez sobre educação e treinamento necessários seja seu guia. Se você não tem todos os detalhes, faça mais alguma pesquisa. Depois de ter todas as informações que você precisa, defina seus objetivos. Um exemplo de objetivo a longo prazo seria completar sua educação e treinamento. Os objetivos de curto prazo incluem inscrição na faculdade, estágios ou outros programas de treinamento, e está fazendo estágios .

Escreva um Plano de Ação de Carreira

Junte um  plano de ação de carreira,  um documento escrito que estabelece todas as etapas que você terá que tomar para atingir seus objetivos. Pense nisso como um roteiro que o levará do ponto A para B, e depois para C e D. Anote todos os seus objetivos a curto e longo prazo e as etapas que você terá que tomar para alcançar cada um. Inclua quaisquer barreiras antecipadas que possam dificultar a realização de seus objetivos e as formas como você pode superá-los.

error: Content is protected !!